Um passeio por Las Ramblas de Barcelona

Las Ramblas de Barcelona são, seguramente, depois da Sagrada Família, o lugar mais visitado pelos turistas. Pelas Ramblas passam as manifestações políticas, as comemorações do Barça, os turistas, os vendedores de cerveja, as pessoas da cidade. Esta via, para pedestre, liga a praça Cataluña ao mar e em seu percurso encontramos bancas de flores, de doces, postos de informação e artistas. Por sua diversidade e beleza, é um lugar que não passa desapercebido por ninguém. Uns sucubem a seus encantos, outros não!O nome Ramblas vem do árabe e significa areial. A demominação é uma referência ao lugar que, até a metade do século XVIII, era um areial, um passo de escoar a água da chuva. Durante a Idade Média, esta passagem ficava do lado de fora das muralhas e era povoada por conventos de diferentes ordens e, eventualmente, um mercado de víveres, frutas e verduras se instalava por ali. No início do século XVIII, os moradores de Barcelona começaram a construir casas na região e no final do mesmo século o lugar foi urbanizado com árvores, a via de pedestres foi construída, e os conventos foram retirados. A transformação urbana fez do areial um passeio elegante, que passou a abrigar teatros, praças e comércio.
Rambla sem ninguém às 7:00h.

Rambla sem ninguém às 7:00h.

 

Rambla das flores, o lugar mais bonito!

Rambla das flores, o lugar mais bonito!

Ao percorrer as Ramblas encontramos restaurantes, lojas, hotéis, edifícios de interesse histórico e muito mais. Nosso passeio por esta via começa pela parte de las Canaletes, pertinho da Praça Cataluña. O nome vem da fonte de las Canaletes, localizada logo no começo. É justo nesta fonte que os culers, torcedores do Barça, comemoram às vitórias de seu time. Diz a lenda que quem toma a água desta fonte voltará a Barcelona. A água é potável e pode ser bebida sem problemas. A única coisa, é que o gosto pode parecer ruim, pois a água da cidade é bastante pesada, contendo muito calcário.

canalletas

Se descemos em direção ao mar chegamos ao mercado da Boqueria. Um mercado de origem medieval, com bancas que enchem os olhos e dão água na boca. O interessante é que na Boqueria encontramos frutas europeias e tropicais e produtos de todas as parte do mundo. É lá que os brasileiros compram picanha, pão-de-queijo, café e feijão do Brasil. Vale a pena entrar e passear pelos corredores do mercado sentindo o cheiro das frutas e das verduras frescas. Não se deixe desanimar com a quantidade de turistas apinhados logo na entrada, depois que superar as primeiras bancas vai encontrar uma boqueria mais tranquila e frequentada por moradores da cidade. O mercado fica aberto até umas 22:00 e no final do dia, depois das 19:00, é possível encontrar sucos de frutas e frutas embaladas na promoção, tipo 3 por dois euros. Nestas embalagens até mamão cortadinho se encontra.

boqueria_rambla

Na frente do mercado estão as bancas de flores, que dão a este trecho o nome de Ramblas das flores. A história conta que quando o mercado foi construído, no século XIX, as floristas não aceitaram o convite para montar suas bancas dentro da nova estrutura e preferiram ficar do lado de fora.

Seguindo o passeio, chegamos no mosaico de Miró, chamado “o plano do urso”, e, um pouco mais a frente, está o teatro do Liceu, construído no século XIX.

miro
Neste ponto, vale a pena deixar las Ramblas e entrar na rua Nou de la Rambla, onde está o Palau Güel. Uma casa reformado por Gaudí entre 1885 a 1889. Desde 2010, o palau Güel está aberto a visitação e a entrada custa 10 euros. http://www.palauguell.cat/
Do lado esquerdo de Las Ramblas está a Plaza Real, do século XIX, um lugar tranquilo durante o dia e super agitado pela a noite. A praça está rodeada de restaurantes, bares, hostais e discotescas. No meio da praça, encontramos as duas luminárias feitas por Gaudí.
Quase no final de Las Ramblas estão os pintores, os desenhistas e os caricaturistas. Nesta parte se pode comprar uma lembrança original e bonita da cidade.O passeio nas Ramblas termina na estátua de Colombo, edificada durante o processo de remodelação do litoral para a Exposição Universal de Barcelona de 1888. Colombo tem o braço direito extendido e o dedo apontando para o mar e não para a América, que é justamento do lado contrário. O monumento é uma exaltação as grandes navegações e a conquista e colonização da América.
colombo_bcn

Duas recomendaçoes para quem passea pelas Ramblas: não comer em nenhum restaurante das Ramblas, são caros e ruins, e ter muito, mas muito, cuidado com a bolsa, pois, infelizmente, las Ramblas, principalmente no verão, está cheia de ladroes. Não comprar cerveja do ambulantes, por eles escondem a cerveja da polícia dentro dos lixeiros.

Las Ramblas fazem parte do itinerário da Visita Guiada pelo Bairro Gótico.

Como chegar: Metro L3, parada Liceu, e L1, parada Plaza Cataluña.

Comments
  1. Avatar2 anos ago
  2. Avatar8 anos ago
  3. Avatar8 anos ago

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *