Roteiro de um dia na Garrotxa

Santa Pau

Santa Pau

Já pensou visitar um bosque encantando, rezar dentro de um vulcão e comer feijão em uma cidade medieval? Existe um lugar na Catalunha onde isto é possível e é para lá que vamos viajar: Parque Natural de la Zona Volcánica de la Garrotxa.

Este parque é um grande complexo natural, formado por mais de 40 vulcões inativos e 11 municípios. Visitá-lo é entrar em contato com a natureza, fazer um pouco de esporte e se encantar com a beleza das cidades medieval.

Neste post você encontrará um roteiro para passar um dia na Garrotxa, descobrindo os encantos e se aventurando na natureza. Reúna a família, amigos, pega o cachorro, ativa o GPS e parta para a estrada.

Lugares a visitar propostos: La Fageda d’en Jordà, Santa Pau, vulcão de Santa Margarida, Castellfollit de la Roca.

Parada 1: La Fageda d’en Jordà

la_fageda_den_jorda

La Fageda d`en Jordà é uma das 28 reservar naturais que existe na zona do parque vulcânico. É um bosque de árvores do tipo Faia, que crescem em um terreno de lava de vulcão.

Este bosque tem diferentes trilhas propostas, todas bem sinalizadas, planas e com leves subidas. Pode ser feito com crianças e cachorros. Não pode ser realizada em bicicleta.

Quem não quiser, ou não puder caminhar, pode conhecer o bosque com charrete. Na entrada do parque tem o serviço.

As trilhas são circulares, ou seja, começamos em um ponto e terminamos no mesmo. No ponto de início tem mesas de pic nic, banheiro, uma máquina de bebidas e posto de informação.

O bosque é encantador e mágico! Quando fui me sentido dentro do bosque por onde andaram os personagens do Senhor do Anéis. É impressionante a paz e tranquilidade que sentido dentro dele. Ouvimos só os nossos passos e alguns pássaros que cantam.

Recomendo visitar o lugar em qualquer estação, já que em cada uma delas tem a sua beleza. No verão, por exemplo, as folhas das árvores estão bem verdinhas. No outono oferecem um espetáculo de cores.

Você pode aproveitar o passeio para visitar a fábrica La Fageda, que produz iogurtes, sorvetes e geléias. É possível visitar as instalações, comprar produtos ou degustar no momento e seguir o passeio. Foi o que fizemos. Paramos para tomar um sorvete e ir ao banheiro.

A viagem de Barcelona até a La Fageda dura entre 1h40 ou 2h, vai depender da rota escolhida. Você tem que se dirigir até Olot e depois até a zona de estacionamento de Can Serra. É aqui onde começa uma das trilhas (tempo de trilha: +/- 30 min.).

O estacionamento não é gratuito, mas no dia que fui não tive que pagar.

Parada 2: Santa Pau

ayuntamento-santapau

É uma cidade medieval cujo prato típico é um feijão branco. Se você chegou aqui na hora do almoço, aproveite para ir a um dos tantos restaurantes e peça as mongetes de Santa Pau.

Estacione o carro em um estacionamento junto a estrada e siga as placas que indicam a Casc Antic. Entre pelas ruas estreitas, ladeadas por casas de pedra, sem medo de se perder. Você chegará na praça maior, uma praça central com pórticos e arcos desiguais, alguns de estilo românico e outros gótico. Aqui aconteciam a feira de bois, por isto também é conhecida como fira dels bous.

arco_santa_pau

iglesia-santa-pau

Na praça está a igreja de Santa Maria, de estilo gótico, um tanto austero no exterior e muito simples no interior. Ainda na praça, vale destacar os auto-falantes pelos quais a prefeitura se comunica com os moradores. Fique de olhos nas sacadas ou nas esquinas!

interior-ig-santa-pau

Saindo da praça, para o lado esquerdo da igreja, está o castelo medieval cujos moradores eram os barões de Santa Pau. Ele está no ponto mais alto da cidade e o vilarejo medieval foi se formando ao redor do mesmo.

O castelo foi sendo construído e ampliado ao longo de muitos séculos, entre XIII e XVIII. Além de residência dos barões também funcionava como fortaleza de defesa da cidade.

castelo-santa-pau

Caminhe pelas ruas e pela cidade, sai de dntro do recinto amuralhado e veja entorno bucólico.

santa-pau

vista-santa-pau

Parada 3: Vulcão de Santa Margarida

iglesia-santa-margarida-vulcao

Depois de visitar Santa Pau é hora de se aventurar pelos vulcões da zona. A uns 2 km de Santa Pau está o vulcão de Santa Margarida. Para chegar até ele é só colocar no GPS aparcamiento Santa Margarita. A trilha que leva a cratera do vulcão começa neste estacionamento.

estaciomanento-vulcao

O estacionamento não é gratuito, mas no dia que fui não tive que pagar. Parece que tem alguns dias gratuito, mas não entrei a informação.

A sumida para a cratera leva uns 30 minutos e é um pouco inclinada. Mas é fácil! Quando chegamos ao topo do vulcão, descemos por umas escadas que leva a cratera. No meio dela tem uma capela de estilo románico, dedicada a Santa Margarida.

vulcao_santa_margarida

A última erupção deste vulcão foi há 10 mil anos, tem 700 metros de altura e a cratera tem 2 mil km.

Veja o vídeo que fiz do passeio ao vulcão:

Volte ao estacionamento, pegue o carro e parta para nossa última parada.

Se é inverno ou outono, talvez, esta seja a última parada, pois nestas estações escurece mais cedo. Mas se o horário de verão estiver vigente, você pode aproveitar mais um lugar. Siga para a parada 4.

Parada bônus: Castellfollit de la Roca

castellfollitdelaroca

Esta é outra cidade medieval da comarca da Garrotxa. No entanto, ela é bem especial e tem algo diferente das outras.

A cidade está construída em cima de um penhasco basáltico de 50 metros de altura e quase dois kilômetros de extensão. É esta peculiaridade que a faz tão curiosa e especial para os visitantes.

Da ponte, sobre o rio Luvià, é onde melhor se pode admirar a cidade sobre o penhasco. E de onde fiz a foto que ilustra este post.

Castellfollit de la Roca não é a cidade medieval mais bonita da região.

Os dois pontos mais interessantes da cidade são: a igreja de São Salvador e o mirante, que fica junto a igreja, e que nos permite apreciar a geografia e a natureza da região.

igreja-sant-salvador

Dica: Se você estiver com pouco tempo veja a cidade da estrada. Se tiver mais tempo, suba até Castellfollit de la Roca e dê uma voltinha.

Você também pode inverter a ordem e começar pela parada 4 e então seguir para a 1, 2, e 3. 

Quer seguir explorando a região? Visite Besalú, outra cidade medieval e cheia de charme da Garrotxa.

Guarde este pinterest:

garrotxapinterest

Comments
  1. Avatar2 anos ago
  2. Avatar2 anos ago
    • Avatar2 anos ago

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *