Onde comer Crema Catalana!

crema_catalana1

Se alguém me perguntar qual é o doce típico da Catalunha, eu vou responder, sem dúvida nenhuma, que é a Crema Catalana. Ele também um dos meus doces preferidos aqui na Catalunha. Quase ninguém sabe, mas este doce é considerado um dos mais antigos da Europa, dentro da sua categoria. O doce é feito com gemas de ovos, leite, açúcar e é servido em um recipiente de barro com o açúcar queimado por cima.

Quem conhece a Crema Catalana diz que ela é igualzinha o crème brûlée francês.  Aparentemente os dois doces se parecem, mas não são iguais. O primeiro é feito com leite e o segundo com nata. A Crema Catalana não é cozida em banho maria, já o crème brêlée sim. A Crema Catalana ainda tem um leve sabor a limão, que pelo que vi, o doce francês não tem. Está vendo! Nem tudo que reluz é ouro e eles não são iguais não.

Quando vou a um restaurante com amigos e cliente sempre recomendo provar a Crema Catalana, pois é um doce que agrada a maioria das pessoas. Para provar a Crema Catalana não é preciso esperar a hora da sobremesa. Por sorte, este doce está disponível em muitas confeitarias da cidade e pode ser saboreado a qualquer hora do dia. Você só vai ter que escolher onde e quando comer.

Para ajudar você nesta difícil tarefa, eu provei quadro Cremas Catalanas em quadro diferentes confeitarias de Barcelona. Foi uma missão ardua, solitária e muito difícil de realizar. Foram meses de pesquisa, com o intuito de descobrir qual era a melhor. Confeso que em questão de sabor todas se parecem muito e são maravilhosas. Elas diferem um pouco na textura, consistência e no açúcar queimado. Com relação ao preço também tem diferença, o doce custa entre 3,50 e 4,50 euros.

Vou tentar explicar o que achei de cada uma delas sem ser repetitiva. Não coloco fé nesta minha promessa!

As melhores Cremas Catalanas de Barcelona:

Granja Pallaresa:

crema_catalana_pallaresa

Uma das granjas mais tradicionais de Barcelona. Um lugar para comer churros com chocolate e outros doces tradicionais da Catalunha.  A crema catalana é servida em um pratinho de cerâmica com o nome da granja. Também vem geladinha, como tem que ser, e com açúcar queimado na hora. Eu achei o sabor delicioso. Tem bastante gosto de baunilha e um leve toque de limão. Eu não curti muito a consistência, não estava muito molinha e tinha um pouco de bolinhas. O açúcar queimado também não estava do jeitinho que eu gosto. Eu gosto quando ele está durinho e quebra com a colher.

Endereço: Petritxol, 11

Horário: 9h – 13h – 16h – 21h

Granja Dulcinea:

dulcinea_cremacatalana

A Granja Dulcinea também é super tradicional na cidade. Nos domingos tem fila para entrar e provar os seus doces típicos. Ela fica na mesma rua da Granja Pallaresa. Eu adorei a Crema Catalana desta granja. Achei o sabor delicioso e textura perfeita. O creme era bem cremoso, molinho e suave. O sabor de baunilha não era tão forte. O açúcar queimado estava perfeito, do jeito que eu gosto. Você pode ver na foto que ele, literalmente, quebra quanto é tocado pela colher.

crema_catalana_dulcinea

Endereço: Petritxol, 2

Horário: 9h – 13h – 17h – 21h

Granja Viader:

crema_catalana_viader

A granja Viader é famosa por ter inventado uma bebido achocolatada chamada Cacaolat. Uma bebida tipo o chocoleite lá de Santa Catarina. A criançada de Barcelona adora esta bebida e muitos tomam no café da manhã ou da tarde.

A Crema Catalana desta granja é maravilhosa. Aliás tudo nesta granja é maravilhoso. A Crema Catalana, para mim, tem a textura perfeita. Bem textura e consistência de crema de gema com leite. Em questão de gosto, posso dizer que era muito saborosa. Com os toques de limão e baunilha no ponto certo. Importante: açúcar queimado na hora e do jeitinho que gosto.

viader

Endereço: Carrer d’en Xuclà, 4-6

Horário: 9h – 13:15 – 17h – 21:15

Pastelaria Escribà:

crema_catalana_escriba

Christian Escribà é o confeiteiro mais famoso da Catalunha. Ele é conhecido no mundo todo e ainda por cima é casado com a doceira Patrícia Schmidt, brasileira. A confeitaria do Escribà é uma perdição. Tem cada doce maravilhosos, que nem sei o que escolher. Além das criações do casal confeiteiro, é possível provar a tradicional Crema Catalana.

De todos que provei, esta é a mais cara. O preço cai um pouco se você pedir para levar. Só que a Crema Catalana tem que comer na hora por causa do açúcar queimado, não dá para esperar muito para saborear este doce. Em questão de sabor a crema catalana do Escribà está aprovada. Como as outras, tem o sabor de baunilha na medida certa e leve toque de limão.

escriba_cremacatalana

Tem duas coisas que não curti muito na Crema Catalana do Escribà. Uma delas foi a consistência. De todas que comi, esta é a que tem a consistência mais durinha. Dá para ver na foto. A segunda coisa que não gostei foi o açúcar queimado. Eu gosto do açúcar durinho, que quebra com a colher, e esta não era assim. Também dá para ver na foto.

Endereço: Rambla de las flores, 83

Horário: 9h – 22h.

Viu? Eu falei que ia ser difícil não ser repetitiva na hora de falar sobre este doce. No geral eles são bem parecidos, todos são saborosos e seguem a receita tradicional da Catalunha. As diferenças são mínimas e, na minha modesta opinião, estão na consistência e no açúcar queimado.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *