Uma casa toda de seda para o grêmio dos velers!

Casa de la Seda

Casa de la Seda

A rua Sant Pere més Alt vê passar todos os dias turistas em busca do Palau de la Música Catalana. Uma obra de arte modernista do século XX dedica a música popular da Catalunha. Estes turistas entram pela rua vindos da Via Laietana e logo na esquina se deparam com um espetacular edificio de cor marrom, decorado con preciosos esgraviados. O edifício chama a atenção, mas poucos param para descobrir a sua história. O edifício em questão, atualmente, pertence a Casa Gremial de Arte Mayor de la Seda, um grêmio que juntou os fabricantes de fitas, veludo e véu. Conhecido com a Casa de la Seda, por pertencer antigamente ao grêmio da seda. Vem comigo conhecer a Casa de la Seda.

Seda: da China para a Europa:

Caixa com seda e bicho da seda.

Caixa com fios de seda e bicho da seda.

A seda teve origem na China e durante 3 mil anos este país manteve em segredo as técnicas de produção do tecido. A seda chegou na Europa durante o tempo dos romanos pela rota da seda. Uma rota que saia de Pequim e chegava a cidade turca Antioquia, nas costas do Mediterrâneo, depois de um ano de viagem. A rota da seda era um caminho duro, não só pela distância e sim pelo perigo de assalto. Durante a idade média a seda ganhou fama entre os nobres por seu tato e cores. Durante séculos os europeus tentaram roubar o segredo da fabricação da seda dos chineses, até que uns monges conseguiram contrabandear o casulo do bicho-da-seda. Aqui, em Barcelona, a fabricação da seda esteve nas mão dos judeus até serem expulsos da Espanha em 1492. Então a fabricação do tecido passou para outras mãos.

O Grêmio da Seda:

Desenhos que mostram a técnica de fabricação da seda.

Desenhos que mostram a técnica de fabricação da seda.

Os grêmios profissionais eram muito comuns durante a Idade Média. Eram associações corporativas que reuniam pessoas da mesma atividade profissional com o objetivo de proteger o mercado e os trabalhadores do setor. O grêmio também velava pela formação dos futuros mestres da seda e também pela venda do produto em Barcelona. Tornar-se mestre não era uma tarefa fácil e barata. Depois de muitos anos como aprendiz, para ser mestre era preciso passar por uma difícil prova onde o candidato tinha que comprar todo o necessário para o exame.

Em Barcelona, o Grêmio da Seda não era o mais poderoso mas sim um dos mais ricos. A criação dos grêmios era aprovado pelo rei e em troca os agremiados pagavam impostos e se comprometiam a defender uma parte da muralha da cidade, além de outras obrigações.

Com a Revolução Industrial a produção da seda entrou em decadência. A industria não acabou com a fabricação da seda, mas sim com as agremiações que perderam o sentido em um mundo industrial. Desta forma, em 1834 os grêmios foram abolidos em toda a Espanha por ordem do Rei.

A Casa da Seda:

A Casa da Seda foi construída entre 1758 e 1763, para ser a sede do grêmio de fabricantes de Seda. Antes de ter uma sede própria os mesmos se reuniam no convento de Santa Catarina, que ficava no terreno do mercado que leva o mesmo nome.

O prédio pelo lado de fora está decorado com Esgraviados, uma técnica italiana, muito utilizada no século XVIII pelo baixo custo e resultado impressionante. O esgraviado consiste em pintar a parede com um fundo colorido, voltar a colocar uma camada de estuque ou cimento e com um molde modelar o desenho. Quando mais bonito o molde ou mais trabalhado, mas belo e chamativo será o edifício. E convenhamos, o esgraviado da Casa da Seda realmente chama a atenção.

Esgraviado

Esgraviado

O interior da Casa da Seda nos leva a conhecer um mundo de luxo e tradição refletido, principalmente, nas paredes da sede gremial. Paredes forradas de seda transformam os ambientes em pequenos espaços de luxo, onde o brilho e a delicadeza do tecido embriaga o olhar. Somos tentados a tocar as paredes estimulados pelo desejo de sentir a suavidade da seda. Os tempos de gloria da seda podem ter passado, mas ela segue seduzindo homens e mulheres.

Seda das paredes

Seda das paredes

A evolução do tecido é vista em um antigo mostruário guardado como relíquia na biblioteca da Casa da Seda. Ali sim podemos tocar e sentir o relevo dos desenhos, a sedosidade e a delicadeza da seda. Hoje, em nossas lembranças, a seda é colorida e florida, mas em outros tempos a preferencia recaía sobre o negro. Desta forma, nas páginas do mostruário sobressai o negro até que uma nova moda chega a Barcelona e a seda passa a ser mais colorida.

catalogo_seda

A sala mais esplendorosa é também a que dá as boas-vindas aos visitantes. Uma sala cujas paredes são forradas de seda vermelha e ornamentada com anjos barrocos e pequenos detalhes do passado gremial. Uma cópia do edito real que autorizou a criação do grêmio da seda pelo rei, um antigo instrumento de medida chamado cana, uma árvore “genealógica” dos antigos grêmios de Barcelona decoram as paredes.

anjo

Cana gremial: usada para medir os tecidos de seda.

Cana gremial: usada para medir os tecidos de seda.

A sala principal, onde a visita acaba, não deixa de impressionar o visitante. Chamado Salão Gremial é o lugar onde os agremiados se reuniam para as reuniões. Nesta sala chama a atenção um pequeno balcão, onde ficavam as viuvas que tinham herdado o negócio do marido. Nas reuniões, as mulheres, mesmo proprietárias, não tinham direito a estar junto aos homens. A elas se reserva um balcão de onde podiam saber, de forma discreta, as decisões tomadas.

sala_vermelha_casadelaseda

Sala gremial

Salão gremial

A visita:

A visita compreende: sala gremial, biblioteca, escritório presidencial e sala de reuniões. A visita é guiada e dura uns 50 minutos.

Horários:

De 1 de abril ao 31 de outubro –  de segunda a sábado de 10h a 13h.

Idiomas:

10:00 Inglês
11:00 Francês + Catalão
12:00 Inglês
13:00 Italiano + Castelhano

Valor: 10 euros por pessoa

Como chegar:

Sant Pere Més Alt 1 – 08003

Metro: L4 – Parada Urquinaona.

Bus Turístico: Parada Gótico – Palau de la música

Comments
  1. 1 ano ago
    • 1 ano ago
  2. 1 ano ago
    • 1 ano ago

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Uso de cookies

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies