Um passeio por Las Ramblas de Barcelona

Las Ramblas de Barcelona são, seguramente, depois da Sagrada Família, o lugar mais visitado pelos turistas. Pelas Ramblas passam as manifestações políticas, as comemorações do Barça, os turistas, os vendedores de cerveja, as pessoas da cidade. Esta via, para pedestre, liga a praça Cataluña ao mar e em seu percurso encontramos bancas de flores, de doces, postos de informação e artistas. Por sua diversidade e beleza, é um lugar que não passa desapercebido por ninguém. Uns sucubem a seus encantos, outros não!O nome Ramblas vem do árabe e significa areial. A demominação é uma referência ao lugar que, até a metade do século XVIII, era um areial, um passo de escoar a água da chuva. Durante a Idade Média, esta passagem ficava do lado de fora das muralhas e era povoada por conventos de diferentes ordens e, eventualmente, um mercado de víveres, frutas e verduras se instalava por ali. No início do século XVIII, os moradores de Barcelona começaram a construir casas na região e no final do mesmo século o lugar foi urbanizado com árvores, a via de pedestres foi construída, e os conventos foram retirados. A transformação urbana fez do areial um passeio elegante, que passou a abrigar teatros, praças e comércio.
Rambla sem ninguém às 7:00h.

Rambla sem ninguém às 7:00h.

 

Rambla das flores, o lugar mais bonito!

Rambla das flores, o lugar mais bonito!

Ao percorrer as Ramblas encontramos restaurantes, lojas, hotéis, edifícios de interesse histórico e muito mais. Nosso passeio por esta via começa pela parte de las Canaletes, pertinho da Praça Cataluña. O nome vem da fonte de las Canaletes, localizada logo no começo. É justo nesta fonte que os culers, torcedores do Barça, comemoram às vitórias de seu time. Diz a lenda que quem toma a água desta fonte voltará a Barcelona. A água é potável e pode ser bebida sem problemas. A única coisa, é que o gosto pode parecer ruim, pois a água da cidade é bastante pesada, contendo muito calcário.

canalletas

Se descemos em direção ao mar chegamos ao mercado da Boqueria. Um mercado de origem medieval, com bancas que enchem os olhos e dão água na boca. O interessante é que na Boqueria encontramos frutas europeias e tropicais e produtos de todas as parte do mundo. É lá que os brasileiros compram picanha, pão-de-queijo, café e feijão do Brasil. Vale a pena entrar e passear pelos corredores do mercado sentindo o cheiro das frutas e das verduras frescas. Não se deixe desanimar com a quantidade de turistas apinhados logo na entrada, depois que superar as primeiras bancas vai encontrar uma boqueria mais tranquila e frequentada por moradores da cidade. O mercado fica aberto até umas 22:00 e no final do dia, depois das 19:00, é possível encontrar sucos de frutas e frutas embaladas na promoção, tipo 3 por dois euros. Nestas embalagens até mamão cortadinho se encontra.

boqueria_rambla

Na frente do mercado estão as bancas de flores, que dão a este trecho o nome de Ramblas das flores. A história conta que quando o mercado foi construído, no século XIX, as floristas não aceitaram o convite para montar suas bancas dentro da nova estrutura e preferiram ficar do lado de fora.

Seguindo o passeio, chegamos no mosaico de Miró, chamado “o plano do urso”, e, um pouco mais a frente, está o teatro do Liceu, construído no século XIX.

miro
Neste ponto, vale a pena deixar las Ramblas e entrar na rua Nou de la Rambla, onde está o Palau Güel. Uma casa reformado por Gaudí entre 1885 a 1889. Desde 2010, o palau Güel está aberto a visitação e a entrada custa 10 euros. http://www.palauguell.cat/
Do lado esquerdo de Las Ramblas está a Plaza Real, do século XIX, um lugar tranquilo durante o dia e super agitado pela a noite. A praça está rodeada de restaurantes, bares, hostais e discotescas. No meio da praça, encontramos as duas luminárias feitas por Gaudí.
Quase no final de Las Ramblas estão os pintores, os desenhistas e os caricaturistas. Nesta parte se pode comprar uma lembrança original e bonita da cidade.O passeio nas Ramblas termina na estátua de Colombo, edificada durante o processo de remodelação do litoral para a Exposição Universal de Barcelona de 1888. Colombo tem o braço direito extendido e o dedo apontando para o mar e não para a América, que é justamento do lado contrário. O monumento é uma exaltação as grandes navegações e a conquista e colonização da América.
colombo_bcn

Duas recomendaçoes para quem passea pelas Ramblas: não comer em nenhum restaurante das Ramblas, são caros e ruins, e ter muito, mas muito, cuidado com a bolsa, pois, infelizmente, las Ramblas, principalmente no verão, está cheia de ladroes. Não comprar cerveja do ambulantes, por eles escondem a cerveja da polícia dentro dos lixeiros.

Las Ramblas fazem parte do itinerário da Visita Guiada pelo Bairro Gótico.

Como chegar: Metro L3, parada Liceu, e L1, parada Plaza Cataluña.

Comments
  1. 2 anos ago
  2. 8 anos ago
  3. 8 anos ago

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Uso de cookies

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies