Sitges: a cidade branca

Sitges é o tipo de cidade que encanta. Eu tinha ido a Sitges a anos atrás para passar o carnaval e não tinha visto nada. Em outubro, Eu e o David voltamos a cidade para passar um final de semana e me surpreendi com a beleza do lugar. Sitges é conhecida por ser uma cidade de praia e isto faz com que muita gente deixe de apreciar suas ruas e casas brancas.

ruasitges

Sitges fica a 40 minutos em trem de Barcelona. Pode ser visitada em um dia ou ser um pouso de final de semana. A cidade tem muita vida, tanto no verão como no inverno. É cheia de lojas, restaurantes, museus e lugares lindos e românticos para ver o mar e apreciar o pôr do sol. A história de Sitges começa no Neolítico, período em que arqueólogos identificaram um assentamento ibérico na região. O nome da cidade vem de silos, depósitos para armazenar cereais, encontrados na topografia da cidade. Durante a idade média, no alto da colina de la Punta, foi construído um castelo que hoje é a prefeitura da cidade. Um dos pontos turísticos mais importantes de Sitges é a igreja de San Bartomeu e Santa Tecla que fica no alto da colina e de onde se tem uma bonita vista da praia.

Prefeitura de Sitges

Prefeitura de Sitges

Igreja Sant Bartolomeu e Santa Tecla e a antiga muralha.

Igreja Sant Bartolomeu e Santa Tecla e a antiga muralha.

No começo do século XX, Sitges passou por um momento de efervescência. Os ricos indianos, gente que tinha feito fortuna nas colônias espanholas da América, voltaram a cidade e construíram lindos palacetes modernistas. Neste período a cidade se tornou um balneário de verão e a muitos artistas e literatos fazem da cidade um refugio criativo. O passeio marítimo foi construído neste época junto a outras melhoras urbanas.

Artistas catalães que viveram em Sitges.

Artistas catalães que viveram em Sitges.

passeio_maritimo_sitges

Ainda hoje é possível ver o esplendor do começo do século XX refletido nas ruas da cidade. Caminhando pelo passeio e pela Rambla vemos casas modernistas ricamente adornadas. No entanto, todo o crescimento da cidade foi barrado com a Guerra Civil Espanhola (1936-1939).

Casa Manuel Planas - 1908

Casa Manuel Planas – 1908

cupula-modernista

Com o final da ditadura de Franco, a cidade recuperou uma das suas grandes festas: o carnaval. Atualmente, o carnaval de Sitges é um dos melhores da Catalunha com desfile de carros alegóricos e blocos de pessoas fantasiadas. Além do carnaval, a cidade abriga um importante festival de cinema fantástico e o Sitges Gay Pride. Caso você não saiba, Sitges é a capital gay da Europa. No final do post tem o vídeo onde mostro o lado gay de Sitges.

sitges_ciudad

A cidade ainda tem interessantes museus como Museu Cau Ferrat, Museu Maricel e o Museu Romântico. Outro passeio muito legal é visitar a Casa Bacardí. A Bacardí foi criada em 1862, em Santiago de Cuba, pelo catalão de Sitges Facundo Bacardí Massó, que imigrou para Cuba em 1830. A história dele é muito legal, pois foi o típico imigrante que fez de tudo um pouco até conseguir fabricar o seu próprio rum e montar uma mega empresa. Bacardí é a maior destilaria de rum do mundo e, inclusive, já teve destilarias no Brasil. Atualmente, a sede se encontra em Porto Rico, para onde se mudou depois da Revolução Cubana.

casa_bacardi

Além de aprender sobre a história do fundador, também se aprende sobre a fabricação do rum e como a Barcadí revolucionou o mercado desta bebida. Achei super interessante saber que o rum Bacardí foi o primeiro rum de Cuba a passar por um controle de qualidade e a ser envelhecido em barris, quase, como se fosse um whisky.  Até então, o rum era feito de forma artesanal e para consumo dentro da ilha. No final da visita, o visitante aprende a preparar um verdadeiro Mojito e um Cuba Libre. A visita custa 9 euros com direito a uma bebida no final e também a sentar nestes confortáveis sofás que você vê na foto. Recomendo fazer a reservar pelo site: clique aqui!

bacardi

mojito_bacardi

Se você for no verão pode aproveitar a praia de Sitges. Nas outras estações pode ficar sentadinho na areia diante do mar e os mais atrevidos podem arriscar um banho no mediterrâneo. Caminhar pela cidade será uma tarefa obrigatória, já que a beleza de Sitges está em suas ruas e casas brancas que nos remetem a Grécia ou outra cidade mediterrânea. O pôr do sol pode ser apreciado no alto da colina onde está a ermita de Sant Sebastià.

janela_sitges

sitges3

Praia de Sant Sebastià

Praia de Sant Sebastià e pôr do sol

praia_sitges

Praia da Ribeira

Eu fiquei hospedada no hotel Sitges 1883. Um hotel simples e super bem localizado. Fica a 5 minutos da estação e a 2 minutos da Rambla de Sitges. O quarto eram bem limpinho e a cama grande e gostosa. Dormimos super bem. O hotel tem um jardím com serviço de bar que durante a noite é bem agradável e ótimo para um drink. Se quiser conhecer o hotel clique aqui

hotelsitges1889

O Booking tem uma ótima oferta de hotéis com bons preços. Sol de Barcelona é parceiro do Booking. Reservando um hotel pela caixa de reservas do blog, estará contribuindo para que ele se mantenha financeiramente. No final todo mundo ganha! Obrigada pela sua reserva.

bannerbooking

 

No Responses

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Uso de cookies

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies