Museu Nacional de Arte da Catalunha

museu-nacional-arte-catalunha

O Museu Nacional de Arte da Catalunha, também conhecido por MNAC, está localizado no Montjuïc, junto a fonte mágica, em um dos cenários mais bonitos de Barcelona.

O edifício é de estilo eclético, onde se fundem elementos renascentistas e barrocos. A cúpula nos lembra a da igreja de São Pedro, no Vaticano, enquanto as torres são uma cópia da Giralda de Sevilha. O mesmo foi construído para a Exposição Internacional de 1929, sendo o pavilhão das artes espanholas. Quando a exposição terminou, algumas construções foram demolidas, mas o Palácio Nacional, como era chamado, ficou de pé.

Pintura da cúpula do museu.

Pintura da cúpula do museu.

O atual museu se constituíu em 1990 com a junção de outros dois: museu de arte moderna e museu de arte da Catalunha.

O MNAC é um dos museus mais importantes do mundo. O seu acervo contém objetos da idade média até o tempo presente, possibilitando ao visitante viajar ao longo da história em um único espaço.

Com o ARTICKET você pode visitar o MNAC e mais 5 museus. Veja as vantagens deste cartão aqui. 

Compre a entrada antecipada do MNAC aqui.

O acervo mais relevante é o de arte românica, considerada a mais importante e completa do mundo. O románico foi um estilo artístico e arquitetônico que predominou na Europa durante os séculos XI, XII e parte do XIII.

Teto de um mosteiro románico.

Teto de um mosteiro románico.

Esta coleção reune peças de madeira, ourivesaria, esmalte e pedra. O que mais impressiona são os absides de igrejas românicas do interior da Catalunha. Eles foram retirados das igrejas e reconstruído no museu com o objetivo de preservar e mantê-los no território catalão, pois estavam em risco pela má conservação ou sendo vendidos a particulares, principalmente estadounidenses.

igreja-romanica-mnac

A sala do Gótico conta com muitas obras de arte sacra. Na seção dedicada ao Barroco e ao Renascimento destacam as seguintes obras: duas talhas de Bartolomé Bermejo, um Martírio de José de Ribera, uma Imaculada de Zurbarán e um célebre São Paulo de Velásquez, uma das escassas pinturas fidedignas deste artista conservadas fora do Museu do Prado (informação retirada da Wikipédia).

El Grego

El Grego

 

Sala arte gótica

Sala arte gótica

A minha parte preferida do museu é arte do século XX, principalmente a que está dedicada ao modernismo. O modernismo é um estilo arquitetônico e decorativo, do final do século XIX e começo do XX, adotado pelos burgueses. É um período de muita criatividade e beleza que está relacionado com o esplendor econômico da Catalunha.

Sala dedicada a Ramon Casas

Sala dedicada a Ramon Casas

Destaco a sala dedica ao Ramon Casas, pintor catalão modernista, e as de mobiliários. Quem visita a casa Batlló não vê os móveis da época, pois a casa não os conservou. No MNAC é possível ver os móveis que eram utilizados pela burguesia de Barcelona.

moderismo-mnac

O museu conta ainda com obras de Picasso, Miró, Salvador Dalí e Mariano Fortuny entre outros. Destaco o mural feito por Joan Miró para o prédio da IBM.

Joan Miró

Joan Miró

O acervo está divido por períodos artísticos e cada um tem uma sala independente. Se você não curte aquele período não precisa ver e pode ir diretamente para o que te interessa. Não é preciso ficar andando entre obras e objetos, fazendo um percurso obrigatório, como em muitos museus.

Tire uma manhã ou uma tarde inteira para visitar o MNAC. Ele é bem grande e tem muita coisa para ver. O gostoso é que o museu é bem espaçoso, arejado e claro. Tem lojinha, café, restaurante e um corredor bem grande para sentar e relaxar com conexão a internet.

Restaurante Òleum: fica na antiga sala do trono e tem uma carta criada por uma chef com duas estrelas Michelin – Fina Puigdevall. Funciona de segunda a sexta das 12:30 às 16h. Sexta e sábado das 19:30 às 23:30 e domingo só para almoço: 12h às 16h.

Se quiser ver Barcelona do alto, vale muito a pena subir no terraço-mirante do museu. A entrada é independente, não é preciso entrar no museu para ir até o terraço. O bilhete custa 2 euros e não está incluído na entrada geral do MNAC.

Vista do terraço

Vista do terraço

Horário do Museu:

  • invierno: de otubro a abril, de terça a sábado, de 10 a 18 h; domingos e feriados, de 10 a 15 h
  • verano: de maio a setembro, de terça a sábado, de 10 a 20 h; domingos e feriados, de 10 a 15 h
  • segunda fechado, salvo feriados.
  • fechamento anual: 1 de enero, 1 de mayo e 25 de diciembre.

Preço:

Entrada geral: 12 euros

Compre a entrada antecipada aqui.

Gratuito para:

Menores de 16 anos

Maiores de 65 anos

Primeiro domingo do mês a partir das 15h.

Comments
  1. 1 semana ago
    • 1 semana ago

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Uso de cookies

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies