Museu Olímpico e do Esporte de Barcelona

Este post faz parte da blogagem coletiva organizada pela RBBV pelo #Museumweek.

Em 2017 Barcelona comemora 25 anos dos jogos olímpicos de 1992. Uns jogos que mudaram a cidade completamente, abrindo-a para o mar e criando um novo bairro e novos espaços para os moradores. Uma verdadeira revolução urbanística que vem sendo celebrada na cidade há muitos anos.

ciclismo

A primeira grande celebração veio com a criação de um museu dedicado ao esporte olímpico e paraolímpico. Em 2007 foi inaugurado, no Montjuïc, o museu Olímpic i de l´Esport ou museu Olímpico e do esporte. A instituição leva o nome do presidente do comitê olímpico internacional, entre 1980 e 2001, Juan Antonio Samaranch.

O museu é uma grande janela aberta para o mundo do esporte, um espaço para conhecer a fundo o esporte de alto rendimento e a sua trajetória olímpica. Um equipamento pioneiro na Europa, com uma visão história, ética, lúdica e educativa. Um lugar para viver o esporte como parte dele.

hockei

A visita nos proporciona uma volta as olimpíadas de 1992, onde vivenciamos as vitória e as emoção vividas pelos atletas entre julho e setembro. Um corredor nos transporta aos estádios, piscinas, campos, pistas onde só falta escutar os gritos de vitória dos esportistas e a vibração da torcida.

O museu é formado por pequenos nichos, onde os esporte são apresentado aos visitantes. Conhecemos um pouco da história, da evolução e também os grandes atletas. É interessante ver os antigos instrumentos usados pelos atletas e os atuais. Desta forma, podemos comparar e entender como a tecnologia é importante para o esporte e como ela ajuda a melhorar as modalidades e também o rendimento dos competidores.

museu-olimpico-barcelona

cadeira-roda-olimpica

Vários objetos do museu foram doados pelos próprios atletas, o que o deixa mais especial, né?!

Além dos esportes tradicionais, também vemos esportes considerados autóctonos e tradicionais, como a capoeira. Isto mostra que o museu considera como esporte não só aqueles que são regidos por comitês olímpicos ou que estão nas olimpíadas mas tudo que promove o bem estar do corpo.

capoeira_barcelona

O museu tem uma parte dedicada as olimpíadas que vai desde a de Barcelona até a de Londres. Claro que a de Barcelona tem um destaque especial, com exposição de Cobis, o mascote de 92, roupas usadas na abertura e uma boa lembrança para nós brasileiros: a grande e primeira vitória do vôlei masculino do Brasil.

tocha-olimpica

vole_brasil_92

Eu me lembro que a cerimônia de inauguração foi linda e muita gente se emocionou ao ver o mar mediterrâneo representado em pleno estádio e a chama sendo acessa com a uma flecha.

abertura-olimpiada-92

Cobi o mascote das Olimpíadas de 1992.

Cobi, o mascote das Olimpíadas de 1992.

A visita termina em uma parte interativa, onde a gente pode testar os nossos próprios limites e viver experiências olímpicas e esportivas. Esta parte, com certeza, é a preferida das crianças. Aliás, este é o museu perfeito para ir com crianças e amantes do esporte.

museu_olimpic_esport

Antes de ir embora você pode levar para casa um Cobi em forma de chaveiro ou mesmo em miniatura. O preço é bem baratinho e a lembrança especial. Eu comprei um para mim. Adoro mascotes de olimpíadas.

Onde fica?

Av. de l`Estadi, 60 – junto ao Estádio Olímpico.

Horário:

Invierno (de outubre a março)
De terça a sábados: de 10 a 18 h
Domingos e feriados: de 10 a 14.30 h

Verão (de abril a setembro)
De terça a sábados: de 10 a 20 h
Domingos e feriados: de 10 a 14.30 h

Fechado
segundas que não são feriados
1 de janeiro, 1 de maio, 25 e 26 de dezembro

Grátis:

18 de maio e 24 de setembro

Preço:

Adulto: 5,80 €

Estudantes: 3,60 €

Crianças até 7 anos: 0 €

Seniores (a partir de 65 anos): 0 €

Como chegar?

 Metro: PL. España, L1, L3
 Bus: 55 – 150
 Bus turístic: Rota sul – vermelha
 Bus Montjuïc turístic: parada 5
 Funicular de Montjuïc

Blogs que fazem parte da blogagem coletiva:

1) Trilhas e Cantos: Museu Casa dos Contos, em Ouro Preto, Minas Gerais. 2) Tá indo pra onde?: Museus e experiências além do básico em Barcelona 3) Mariana Viaja: National Gallery of Art, em Washington; 4) Turistando.in: Visitando o Museu de História da Arte de Viena (Kunsthistorisches Museum); 5) Vamos Por Aí: Meus Museus Favoritos; 6) Viajar correndo: Museu Light da Energia, Rio de Janeiro; 7) Guia do Nômade Digital: Galeria 11/07/95: Galeria sobre o Genocídio na Bósnia e Herzegovina; 8) Uma Viagem Diferente: 4 Museus Imperdíveis em Florença; 9) Quase Nômade: Museu Iberê Camargo, em Porto Alegre; 10) Gastando Sola Mundo Afora: Museo de Arte Precolombino de Cuzco; 11) Passeios na Toscana; Florença do alto: as Torres abertas à visitação; 12) Cantinho de Ná: Museu do Futebol em São Paulo: paixão, história e entretenimento; 13) Destino Compartilhado: Museu Lasar Segall; 14) Entre Polos: Museu Nacional do Hermitage – São Petersburgo – Rússia; 15) Do RS para o Mundo: Centro Português de Fotografia – Porto/Portugal; 16) Mulher Casada Viaja: Exploratorium – Museu de São Francisco, Califórnia; 17) TurMundial: Museu do Picasso em Málaga, Barcelona e Antíbes; 18) Farrabadares: Memorial São Nikolai em Hamburgo; 19) Itinerário de Viagem: MET Museum em Nova Iorque; 20)Viajar hei: Museu Imperial – Petrópolis – Rio de Janeiro; 21) Sol de Barcelona: Museu Olímpico e do Esporte – Barcelona; 22) Família Viagem: Children’s Museum of Houston – Texas com crianças; 24) Viaje na Web: American Museum of Natural History – Museu de História Natural de Nova York; 25) Aquele Lugar: Museus do Vaticano – Roma – Itália; 26) Viagem LadoB: Ilha dos Museus – Berlim; 27) Viajento: Museo Santuarios Andinos – Arequipa, Peru; 28) MEL a Mil pelo Mundo; Museo de Ciências Naturais de Madrid; 29) Caixa de Viagens; Museu Charlie Chaplin: o Chaplin’s World em Vevey, Suíça; 30) Let’s Fly Away: Museu Botero, Bogotá, Colômbia; 31) Sonhando em Viajar: Catetinho, em Brasília, Brasil; 32) Viajoteca: Batik na Indonésia: Museu Têxtil em Jakarta, Indonésia; 33) Mochileza: Museu do Automóvel de Turim, Itália; 34) Comendo Chucrute e Salsicha: Museu de Arte Latino-Americana de Buenos Aires, Argentina; 35) 1001 Dicas de Viagem: Museu Histórico de Berna, Suíça; 36) Estrangeira: 8 Museus Imperdíveis em Barcelona, Espanha; 37) Devaneios de Biela: Museu Nacional da Finlândia em Helsinki; 38) ILoveTrip: Top 7 Museus em Brasília que você precisa conhecer; 39) Me Deixa Ser Turista: Conheça o Museu da Revolução, em Havana; 40) A Fragata Surprise: Museus de Florença – Guia de Sobrevivência; 41) Direto de Paris: Os Museus de Troyes. 42) A Vida é Como Um Livro: Galeria Nacional da Noruega;  43) Ligado em Viagem: Beco do Batman é museu de grafite e arte de rua em São Paulo
Comments
  1. 5 meses ago
  2. 5 meses ago
  3. 6 meses ago
  4. 6 meses ago
  5. 6 meses ago
  6. 6 meses ago
  7. 6 meses ago
  8. 6 meses ago
  9. 6 meses ago
  10. 6 meses ago
  11. 6 meses ago
  12. 6 meses ago
    • 6 meses ago
  13. 6 meses ago
  14. 6 meses ago
  15. 6 meses ago
    • 6 meses ago
  16. 6 meses ago
  17. 6 meses ago
  18. 6 meses ago
  19. 6 meses ago
  20. 6 meses ago
  21. 6 meses ago
  22. 6 meses ago
  23. 6 meses ago
  24. 6 meses ago

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Uso de cookies

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies