Flores e castelo templário: um passeio pelo interior da Catalunha!

eu-flores copia

Semana passada eu fiz um dos passeios mais lindos da minha vida! Pode acreditar!! Foi um dia onde vimos a floração dos pessegueiros e um castelo medieval dos templários!

Na quinta-feira cedinho pegamos o carro e partimos para a província de Tarragona e fomos até a Ribera del Ebro. A viagem durou um pouco mais de 2h.

benissanet

Nossa primeira parada foi na cidade Benissanet, onde tinhamos reservado uma visita guiada às 11h. A visita consistia em um passeio pelos campos com pessegueiros floridos e descer no refugio anti-aéreo da cidade.

O passeio pelos pessegueiros pode ser feito a pé ou em bicicleta. Optamos pelo passeio a pé. Não é obrigatório fazer este passeio com guia. Você pode estacionar o carro na cidade e ir caminhar entre as árvores, pois os campos são abertos e tem rua ao redor. A visita guia custou 4 euros por pessoa.

Nossa anfitriã nos explicou sobre a plantação, sobre a floração e ainda nos levou para passear entre as árvores. Foi um passeio bem legal, porque estamos só meu marido, eu e nosso cachorro. Podemos perguntar sobre a vida na cidade, no campo, sobre os trabalhadores rurais e ela respondeu tudo com muita paciência.

benissanet

As floração dos pessegueiros só acontece em março e dura poucos semanas. Muitas vezes nem chegam até o final de março. Se o inverno é quente, a floração se antecipa e as flores caem mais rápido e logo nascem os pêssegos.

flor-pessego

A primeira impressão ao chegar em Ribera del Ebro é de impacto, pois a vegetação vista da estrada é um grande mar cor de rosa. Ao caminhar entre as plantações fiquei mais impactada e me sentida em êxtase completo.

melocotoneros-benissanet

campo-de-pessegueiros-catalunha

Todo aquele rosa em volta de mim, o céu azul e o verde do solo me fez com que me sentisse feliz. A beleza das flores e o rosa me deixaram sem palavras. Eu gosto da cor rosa e estar entre as flores me fez sentir em paz e alegre.

cris-flores copia

Impressionante como as flores tem tonalidades de rosa diferente que são acentuadas pela luz do sol ou mesmo por um nuvem que passa. Por isto não é só as flores e as árvores, é todo um conjunto de beleza.

Refúgio Anti-aéreo:

Ao terminar o passeio pelos campos de pessegueiros, fomos até o centro da cidade para conhecer o refúgio anti-aéreo da Guerra Civil Espanhola. Eu já escrevi sobre os refúgios de Barcelona, se quiser ler é só clicar aqui.

O refúgio em questão foi construído em apenas 4 meses, entre agosto e outubro, por soldados republicanos e 20 mulheres da cidade. Os soldados escavam enquanto as mulheres retiravam as terra. Faziam isto pelas noites para não serem vistas pelos aviões inimigos.

No refugio se protegiam dos bombardeios da força aérea fascista. O refugio ficou escondido durante muitos anos, ou melhor, a população que sabia da sua existência decidiu não falar nada para evitar represálias do governo de Franco, ganhador da guerra e do bando contrário dos republicanos.

Interior do refugio

Interior do refugio

O mesmo foi descoberto porque uma casa teve um vazamento no banheiro e quando foram consertar descobriram o refugio no subterrâneo.

A visita combinando os campos floridos e o refúgio durou mais de 2h e custo 4 euros por pessoa. Para mais informações entre no site: Ribera d`Ebro en flor.

MIRAVET:

miravet

Miravet é uma cidadezinha que fica aos pés do Rio Ebro, cujo principal atrativo é um castelo medieval que pertenceu a ordem dos templários.

Eu adoro a história dos templários e visitar este castelo era um desejo antigo. Foi uma grata supresa saber que Benissanet ficava do ladinho de Miravet.

Ao terminar o passeio nos campos, pegamos o carro e em 15 minutos chegamos a Miravet. Deixamos o carro no estacionamento, gratuito por sinal, e fomos até o ponto de informação. De lá subimos a pé até o castelo.

A subida é agradável, passando pela parte medieval da cidade e com uma vista linda do rio e dos telhados das casas e da igreja. Também se pode subir de carro.

ciudad-miravet

Quem eram os Templários?

Os templários foram uma ordem militar-religiosa criada na Europa, em 1119, entre a primeira e segunda cruzada. Tinham um forte caráter militar, protegendo o caminho pelo qual passavam os cruzados rumo a Jerusalém. Também atuaram como banqueiros, guardando e levando o dinheiro dos cruzados até a Terra Santa.

vista-castelo-miravet1

Na Catalunha, os templários se estabeleceram quando os condes de Barcelona e Urgell tentavam expandir o território para o sul conquistando as terras dos Mouros (muçulmanos que invadiram a Península Ibérica em 711). A ordem militar-religiosa, através de seus castelos, atuou como muralha de contenção aos fiéis de Alá.

Castelo de Miravet:

Entrada do castelo

Entrada do castelo

Miravet foi conquistada em 1153 e estava em um ponto estratégico, em uma região de fronteira entre os católicos e os muçulmanos. Portanto, manter este território era fundamental para o Conde de Barcelona e para a formação do território catalão.

O castelo templário foi construída no século XII, sobre uma antiga fortaleza muçulmana. Quando a ordem foi eliminada, a construção passou para as mãos dos hospitalarios (uma outra ordem religiosa)

Apesar ter passado por inúmeras guerras (Guerra dos Segadors, Guerra de Sucessão, Guerra do Francês, Guerras Carlistas e Batalla de l’Ebre) é considerado um dos mais bem conservados do ocidente. Um verdadeiro exemplo de arquitetura românica de transição religiosa e militar.

O que ver:

Como falei o castelo está bem conservado e com um pouco de imaginação podemos escutar o barulho dos cavalos, ver os templários caminhando entre as estância, sentir os sons e os cheiros do dia a dia dos cavaleiros.

Depois de comprar a entrada, a visita começa pela parte de baixo onde estavam as cavalariças e também o pátio com vista para o rio e para o território. Nesta parte é possível caminhar pela muralha.

Entrando no castelo damos diretamente ao pátio central. Nossa!!! Neste momento, juro que vi todos os templários com suas roupas brancas e cruz vermelha com seus afazeres diários.

castelo-miravet

Seguimos a visita entrando no refeitório, cisterna, bodega, armazém e cozinha.

Na parte de cima do castelo ficava a igreja Românica, onde os templários exerciam os trabalhos espirituais muito importantes para a ordem religiosa-militar.

igreja-miravet

Pela igreja, subimos por uma escadinha que leva a parte mais alta do castelo de onde se tem uma vista incrível do Rio Ebro e de todo o território. De lá de cima, os templários controlavam os caminhos e a região e assim evitavam as investidas dos Mouros.

muralha-castelo-miravet

Quanto custa a visita?

Só 3, 50 euros. Barato demais pela incrível e maravilhosa história que vemos e sentimos.

Este passeio pode ser um bate e volta. A gente foi e voltou no mesmo dia, saindo cedinho de Barcelona e voltando no final do dia. Só que tem que ser feito de carro, porque com transporte público não tem como chegar nestas cidades.

Siga organizando sua viagem aqui_

Encontre um hotel no Booking.com

Contrate uma visita guiada comigo: Guia de turismo em Português

Compre os ingressos antecipados no Ticketbar e pule a fila: Ticketbar

Compre o guia de viagens: Roteiros Básicos de Barcelona

Salve esta super dica no Pinterest:

Flores e Castelo medieval (1)

Comments
  1. 5 meses ago
    • 5 meses ago
  2. 5 meses ago
    • 5 meses ago

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Uso de cookies

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies