Feira modernista da Colônia Güell + Cripta Gaudí

Nem todo mundo sabe, mas o senhor Eusébio Güell foi um dos homens mais ricos do mundo no final do século XIX e o XX. Sua riqueza vinha de muitos negócios, entre eles da indústria textil.

senhorguell

Senhor Güell

Em Santa Coloma de Cervelló, uma pequena cidade perto de Barcelona, o senhor Güell tinha a fábrica de produção de veludo e veludo cotelê. Junto a fábrica foi construído um conjunto residencial, com o objetivo de abrigar os trabalhadores da fábrica.

Este tipo de condominio era conhecido como colônia de operários e era uma forma de manter os trabalhadores controlados e prontos para o trabalho. As colônias tinham de tudo, escola, bar, vendinha, lavadeiro coletivo, etc. Os trabalhadores da fábrica do sr. Güell viviam na chamada Colônia Güell, onde acontece a feira modernista.

ruas_colonia_guell

A casa do administrador da colônia era a mais bonita.

A casa do administrador da colônia era a mais bonita.

Os tempos passaram, os direitos trabalhistas foram implementados e, hoje, na colônia Güell vivem os descendentes dos antigos operários. Cada ano, depois do feriado de 12 de outubro, se celebra a feira Modernista da Colônia Güell.

P1030999

A feira acontecerá nos dias 15 e 16 de outubro. Esta feira consiste em relembrar os tempos em que a colônia era a residência dos operários da fábrica Güell. Os moradores se fantasiam com roupas da Belle Époque e fazem divertidas representações do dia a dia da colônia.

Dona Luisa, Sr. Güell e Gaudí.

Dona Luisa, Sr. Güell e Gaudí.

Visitar a Colônia Güell nestes dias e voltar no tempo, cruzar com o senhor Güell e, com sorte, ainda ver o Gaudí inspecionando as obras da cripta da igreja da colônia.

Sr. Güell e as autoridades!

Sr. Güell e as autoridades!

As lavadeiras da colônia.

As lavadeiras da colônia.

Durante a feira algumas casas estão abertas a visitação, outras estão adornadas como nos tempos do modernismo. A visita a colônia, neste período, é uma oportunidade para conhecer como se trabalhava e se vivia naquela época. Nos dias da feira tem visita guiada a antiga fábrica do sr. Güell. Pelas ruas da colônia também tem lojinhas de produtos típicos, bares com vermut e postos de comida.

marcineiro

Foto antiga da fábrica e da colônia.

Foto antiga da fábrica e da colônia.

Você pode visitar a colônia com um audio-guia e saber mais sobre o lugar. Na Colônia Güell também está uma das obras mais desconhecidas de Gaudí: a cripta da colônia Güell. O senhor Güell tinha encomendado a igreja da colônia a Gaudí, mas ele só fez a cripta. A visita a cripta custa 7 euros e no sábado e domingo estará aberta das 10h às 15h.

cripta-colonia-guell

Interior da Cripta

Interior da Cripta

Como chegar?

Ferrocarriles de la Generalitat de Catalunya (FGC) saindo da Plaza España – Linas S33, S8 y S4. Descer na estação Colonia Güell.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Uso de cookies

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies