Barceloneta: o bairro

Bandeira do bairro

Bandeira do bairro

As areias de Barceloneta ganharam fama internacional e, atualmente, ela é uma espécie de Copacabana onde os turista desejam estender a toalha para um banho de mar. Muitos se surpreendem ao saberem que Barceloneta, antes de ser uma praia tão conhecida, era e é um bairro simples e tradicional da cidade. A história do bairro começa no século XVIII muito antes de que suas areias e mar azul ganhasse fama como a melhor praia de Barcelona.

A proximidade com o mar fez com que os primeiros habitantes do lugar fossem pescadores, ocupando a região com barracos e barcos. No começo estes barracos estavam destinados a guardas os instrumentos de trabalho. Pouco a pouca a extensão de terra triangular, limitada pela praia e pelo porto, foi sendo ocupada por moradores. Ali se instalaram em barracos formado a primeira favela da cidade. Em 1754, o Marquês da Mina, resolveu urbanizar a região. Sem esperar a aprovação do projeto por Madri, mandou derrubar os barracos e construir casa para os moradores. Este senhor sabia o que fazia, pois já tinha asfaltado algumas ruas de Barcelona, colocado luz pública na cidade e havia decidido transformar uma favela em bairro.

Casa original

Casa original

As casas não passavam de dois andares para não prejudicar a visão da Ciutadella, que em caso de necessidade poderia bombardear por cima das residências. O tamanho das casas e das ruas também ajudava a manter o bairro mais arejado e limpo seguindo o conceito higienista do século XVIII. As casas, com 100 metros quadrados, abrigavam os morados e os seus negócios que eram desenvolvidos na parte debaixo da casa. Ao longo dos anos o bairro foi se enchendo de gente relacionada com o mar e assim foi ganhando o apelido de bairro marinheiro de Barcelona. Lá foram se instalando franceses e italianos que foram dando uma nova cara ao bairro com a instalação de tavernas.

Evolução das casas!

Evolução das casas!

A vida na Barceloneta nunca parou e as casas foram subindo de andar, até se transformarem em prédios. Muitas destas casas foram divididas passando a medir 50 metros quadrados. Nos anos 50 os barracos voltaram ao bairro, desta vez bem pertinho da praia, onde se instalaram ciganos e emigrantes de outros estados espanhóis. A vida nos barracos não era fácil, pois as mares invadiam as casas obrigando as pessoas a viverem precariamente. Barceloneta viu nascer uma das mais importantes dançarinas de flamenco de Barcelona Camem Amaya. O bairro também abrigou fábricas, como La Maquinista (metalurgia), e uma das 3 praças de touros de Barcelona.

Igreja de Sant Miquel.

Igreja de Sant Miquel.

Hoje a Barceloneta é um bairro muito diversificado, que mantém a áurea de antigamente. As ruas são estreitas, as roupas estão penduradas para o lado de fora, as portas estão a beira da rua e é bem comum ver gente sentada do lado de fora das casas. Também é um bairro invadido por turistas, principalmente no verão quando todos querem se hospedar pertinho do mar. Na Barceloneta estão os melhores restaurantes para comer frutos do mar, paellas e tapas. A tapa mais famosa do bairro é a Bomba, um bolinho de carne frito acompanhado de molho picante. É um bairro que reune história, gastronomia e mar. Também é o lugar prefeito para se perder e descobrir como vivem os barceloneses. Porque, apesar de ser um bairro muito visitado, suas ruas ainda são tranquilas, familiares e tipicamente barcelonesas.

ruas_barceloneta

idosos

barceloneta

Todo mundo quer ver a Barceloneta praia, aquela cujos encantos marinhos atravessaram oceanos e fronteiras. Todos querem deitar diante do mar e mergulhar nas águas claras do mediterrâneo que banha as areias da Barceloneta. No entanto, eu não deixaria de entrar no bairro. Não deixaria de buscar sua história, de ver seus moradores pelas ruas, de provar os sabores desde bairro que mesmo na pontinha de Barcelona consegue ser um dos mais legais da cidade.

Bar Leo - aqui rola um autêntico flamenco.

Bar Leo – aqui rola um autêntico flamenco.

Minha recomendação para comer na Barceloneta:

Bares de Tapas:

Bar Jaica

Bar La Bombeta

Restaurantes de Paella:

Cheriff

Barceloneta

Ca la Nuria

El Arenal

Para saber mais sobre o bairro você pode ler o livro: El barrio de la Playa – Begoña García Carteron. Eu descobri o bairro da Barceloneta através de um passeio com a autora deste livro. Foi ela quem me mostrou uma outra Barceloneta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Uso de cookies

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies