Barcelona: cidade de águas

 

Eu sempre gostei do mar e viver perto dele foi acontecendo de forma natural. Primeiro Floripa, depois Rio de Janeiro e agora Barcelona. Neste tempo todo, eu pude perceber que quem mora perto do mar é mais relaxado, tanto no modo de viver como no modo de vestir. E o clima? Ah, o clima é maravilhoso! Ser mediterrâneo tem sua vantagens.

Barcelona é uma cidade que tem uma relação interessante com a água. Hoje vamos falar de água em nossa blogagem coletiva junto com Mage Santos e Rita Branco, dos blogs Milão nas mãos e O Porto encanta, respectivamente.

Quando estavamos na escola a professora de história ensinava que o mar Mediterrâneo estava dominado pelos Genoveses e Venezianos e por isto os Portugueses buscaram uma nova rota para chegar às índias. O que a nossa professora não sabia era que o mar estava dominado também pelos catalães. No século XIII, quando a Sicília foi anexada ao reino da Catalunha, os catalães passaram a dominar o comércio entre o Oriente, Europa e África. E por conta disto, os primeiros mapas produzidos no mundo foram feitos por catalães. Durante a idade média, em Barcelona vai ser criado o Consolat de Mar, organismo de direito marítimo. O livro de leis deste órgão vai ganhar fama entre outras potências marítimas e vai ser copiado por franceses e venezianos. O Consolat de Mar estava estabelecido na rua que hoje ainda leva seu nome, no Born.

Igreja Santa Maria del Mar

Igreja Santa Maria del Mar

E por falar em Born! Este bairro era o lugar de moradia dos trabalhadores do mar. Por ficar pertinho do antigo porto, lá moravam os pescadores, estivadores, artesãos marítimos e toda classe de trabalhadores do mar. Não por acaso, neste bairro está a igreja Santa Maria del Mar. Uma igreja construída com o dinheiro e o trabalho dos estivadores. Nos dias de folga, os estivadores transportavam, nas costas, as pedras do Montjuïc até o Born para serem usadas na edificação da igreja.

Já os barcos que navegavam pelo Mediterrâneo, fazendo comércio, eram construídos no lado oposto do bairro do Born, pertinho das Ramblas, nas Drassanes, hoje Museu Marítim.

Port Vell - Antigo porto de Barcelona.

Port Vell – Antigo porto de Barcelona.

Mesmo com tantas conquistas no Mediterrâneo, Barcelona deu as costas para o Mar. Durante o século XIX e parte do XX na perto do mar foram instaladas as fábricas de tecido, que aproveitavam a água do Mediterrâneo para mover as máquinas. Na linha do mar também foi instalada a linha de trem que ligava Barcelona a Mataró, ali na Barceloneta está a estação de Francia. Entre os anos 40 e 70 a beira do mar não era um endereço nobre. Ali vivia a população pobre, imigrante, que vinha para Barcelona em busca de uma vida melhor. Barcelona virava as costas para o Mar.

Casa antiga no Poblenou - bairro perto do mar.

Casa antiga no Poblenou – bairro perto do mar.

Só com as Olimpíadas de 1992 é que a cidade volta a se abrir para o mar. As favelas (chabolas) foram removidas da beira do mar e toda a região foi revitalizada. A Vila Olímpica foi construída no lugar dos antigos barracos. Também foram construídas marinas e as praias, que antes não tinham faixa de areia, receberam extensões de areia. Por não serem praias naturais todo início de temporada de verão a areia é recolocada e molhes foram construído para evitar a retirada pelo mar da mesma. Barcelona volta a olhar para o mar. Hoje ela é conhecida entre os turistas como uma cidade de praia e durante o verão suas areias são ocupadas por turistas e moradores. A praia mais concorrida é, sem dúvida, Barceloneta. Durante todo o ano, os barceloneses vivem e respiram o mar passeando pela orla marítima, frequentando os bares e restaurantes a beira mar, andando de bici, patins ou skate. Hoje o mediterrâneo voltou a ser parte da cidade.

Passeio Marítimo - Barceloneta

Passeio Marítimo – Barceloneta

Marina Porto Olímpico

Marina Porto Olímpico

Barceloneta

Estou louca para saber qual é a relação de Milão e Porto com as águas! Vamos lá ver?

oportoencanta.com

milaonasmaos.it

Comments
  1. 5 anos ago
  2. 5 anos ago
  3. 5 anos ago

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Uso de cookies

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies