Sant Felip Neri: uma praça, uma tragédia

plaza_sant_Felip_neri

A praça de Sant Felip Neri é um reduto de paz e tranquilidade em meio ao barulhento bairro Gótico. Ali é possível ouvir o cantar dos pássaros, ver as flores amarelas das acácias cairem e descansar das hordas de turistas.

Este canto, cheio de encanto, do Bairro Gótico tem mais que beleza para mostrar. Suas construções nos levam ao dia 30 de janeiro de 1938 quando, os aviões fascista, do alto do céu azul, bombardearam Barcelona marcando a cidade para sempre.

Desde 1936, a Espanha estava imersa em uma guerra civil que dividia o país em dois bandos que lutavam pelo poder: nacionalistas e republicanos. Os primeiros recebiam o apoio dos fascistas e nazista, enquanto os segundos das Brigadas Internacionais e da URSS. Estas brigadas eram formadas por voluntários e soldados de diferentes países, alguns, inclusive, vindos do Brasil.

Sant felip Neri, o santo da alegria.

Sant felip Neri, o santo da alegria.

O bombardeio de 30 de janeiro de 1938 não era o primeiro que sofria Barcelona e nem seria o último. A cidade era um alvo importante, pois era reduto de republicanos e a capital da Catalunha Republicana. Com o objetivo de desestabilizar a cidade e, talvez, conseguir a sua rendição, a força aérea fascista preparou um grande ataque aéreo.

Neste dia, a cada 3 horas, a cidade seria bombardeada em diferentes pontos. Foi na Guerra Civil Espanhola que, pela primeira vez na história, uma cidade com mais de 1 milhão de habitantes foi submetida a um bombardeio continuado, sistemático e regular. A estratégia visava atingir não só os soldados, mas também os arsenais de guerra e a população civil. Nesta guerra foi implementada outra novidade: era a primeira fez que população civil era atacada.

Placa informando sobre o bombardeio da Plaza Sant Felip Neri.

Placa informando sobre o bombardeio da Plaza Sant Felip Neri.

Os aviões fascistas voavam até a Catalunha a partir de uma base aérea instalada nas Ilhas Baleares. Desde fevereiro de 1937, atacavam sistematicamente as cidades catalãs. Para proteger a população vários abrigos antiaéreos foram construídos em diferentes pontos de Barcelona e da Catalunha. Na falta de abrigos outros lugares, como metro e subsolos de casas e igrejas, eram usados como refugio.

Outro angulo da praça

Outro angulo da praça.

Na praça Sant Felip Neri, além da igreja, em 1938, tinha um colégio e casas de moradores. Quando aconteceu o bombardeio os moradores, os alunos e os professores se refugiaram no subsolo da igreja para protegerse das bombas. Quando um bombardeio começavam as sirenes tocavam forte avisando do perigo. Era o momento de correr para os abrigos. Conta a história que muita gente se confundia com as sirenes, pois com os ataques continuados não sabiam se os bombardeios começavam ou terminavam. Muita gente deve ter morrido ao sair do abrigo pensando que o ataque tinha acabado.

Duas bombas caíram na praça Sant Felip Neri matando 42 pessoas, sendo a maioria delas crianças. Os refugiados da igreja morreram pela expansão das bombas que chegou ao subsolo. As bombas de janeiro de 1938 deixaram marcas profundas na cidade e principalmente na memória coletiva dos barceloneses. As feridas abertas neste dia não foram esquecidas e nem escondidas, as marcas desta tragédia estão exposta aos nossos olhos nas paredes da igreja e do colégio de Sant Felip Neri.

igreja-sant-felip-neri

marcas

bombas-sant-Felip-neri

As marcas que vemos foram feitas pelos estilhaços das bombas que perfuraram as pedras. As casas que estavam neste local foram totalmente destruídas. O que levou a prefeitura a reconstruir  o lugar com novos edifícios criando uma praça. O chafariz do centro da praça, o prédio do museu do calçado e o hotel foram reconstruídos ali para dar vida e charme a um lugar que sofreu a tragédia de uma guerra e da morte.

O prédio do museu do calçado era a antiga sede dos sapateiros, que foi transportado para lá pedra por pedra. Assim com o edifício do hotel. Hoje a praça esquece sua triste história através da algazarra das crianças do colégio que enchem o ambiente de alegria ou mesmo com vai e vem de turista que se encantam com a beleza do lugar.

museu_calçado_barcelona

crianças

A história de Barcelona é marcada por guerras, por conquistas, pelo progresso e por tragédias que fazem desta cidade um lugar cheio de lendas, histórias e segredos. E se você quiser saber mais sobre a Plaza Sant Felip Neri e o Bairro Gótico pode contratar um dos tour do Sol de Barcelona. Clique aqui para saber mais.

A Para quem deseja de ver a igreja por dentro, fica a informação: ela só abre no domingo pela manhã para missa.

Para saber mais sobre a Guerra Civil Espanhola veja o vídeo que fiz sobre o Bunker del Carmel:

organizandoviagem

Encontre um hotel no Booking.com

Compre os ingressos antecipados no Ticketbar e pule a fila: Ticketbar

Compre o ticket do Aerobus e chegue tranquilo a Barcelona: Aerobus

Comments
  1. 3 anos ago
    • 3 anos ago
  2. 4 anos ago
    • 4 anos ago

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Uso de cookies

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies